As tendências para 2022 no segmento da Educação

Depois de quase dois anos cheio de desafios, os empresários do segmento de cursos livres esperavam começar 2021 diferente, com um novo normal e com tudo funcionando. Os desafios continuaram e agora, esperamos um 2022 de retomada. Querer mudar e sobreviver é inovar todos os dias, fazer diferente diariamente para fazer a diferença. Estamos todos cansados e não podemos desistir, já sobrevivemos ao pior período, esperamos, e agora é a hora de voltar preparado e motivado.

Achávamos que os alunos queriam voltar para a escola no formato presencial, mas nem todos. Achávamos que os professores estavam com saudades da escola, mas nem todos. Achávamos que as secretárias e vendedores também estavam com saudades da escola, será?

Como consultor empresarial e com grande experiência na área de educação, cursos livres em geral, preparei algumas tendências para 2022 que se aplicadas, potencializará os seus resultados em novas matrículas e fidelização de alunos.

  • Ensino híbrido: já era uma tendência e a pandemia antecipou. Alunos, escolas e professores tiveram que se adaptar e conseguiram. Atualmente faço minhas aulas de bateria on-line e ao vivo com o professor, mas ao mesmo tempo, quando tenho dúvidas e tempo, agendo a aula presencial na escola. Quem escolhe como e onde estudar é o aluno. Ter as ferramentas certas, acompanhamento, conteúdo extra de ensino-aprendizagem e uma equipe de professores motivados e engajados é o primeiro passo para manter o sucesso destas aulas. De acordo com uma pesquisa global do IEEE (Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos), realizada com 350 executivos do Brasil, China, Estados Unidos, Índia e Reino Unido, Inteligência artificial (IA), machine learning, 5G e internet das coisas (IoT) serão as principais tecnologias de 2021. E ainda sobre essa pesquisa, 24% afirmam que a educação será mais impactada pela tecnologia em 2021. Para finalizar este tópico lembre-se que a implantação dos cursos on-line foram emergenciais, uma adaptação rápida e agora você tem tempo e conhecimento para transforma-la no melhor ensino de qualidade para a sua escola.
  • Material pedagógico: os alunos querem apostilas e materiais extras de qualidade, intuitivo e diferenciado. O número de venda de livros durante a pandemia no Brasil cresceu 25% e foram mais de 32 milhões de livros vendidos movimentando R$ 1,39 bilhão segundo informações divulgadas no 11º Painel do Varejo de Livros no Brasil no dia 17 de novembro de 2020. O primeiro passo para valorizar um material de qualidade é cobrar por ele no ato da matrícula, quem dá de graça não valoriza o que oferece. As escolas de inglês ganham muito dinheiro com a venda das apostilas e os alunos usam e guardam este material – a valorização sempre começa pela empresa e nos pequenos detalhes.
  • Site que gera vendas: se os alunos estão estudando à distância, as matrículas continuam também à distância. Não todas, mas é possível sim aumentar os resultados com foco e preparo para esta tendência. Ter um site inovador e preparado para atender e surpreender quem pesquisa por aulas e/ou cursos de música, por exemplo, é questão de sobrevivência. O site deve ser clean e em muitos casos uma landing page (site de uma página só). Segundo o site Rockcontent, landing pages são páginas de um site com um foco principal: conversão. Assim, essas páginas de conversão possuem menos elementos que uma página tradicional, focando apenas na oferta central oferecida por ela. Como exemplo, cito três exemplos: www.imersaoemvendas.com.br, www.queroresultados.com.br e www.consultoriaemergencial.com.br – estes três exemplos além de conteúdo simples e com foco em conversão, o nome do domínio também influencia o cliente. Ter um site com o nome da sua escola é legal, mas ter um site como um nome www.tocarbateria.com.br por exemplo é muito mais legal. Ou por exemplo, www.faleinglesfluente.com.br. Estes domínios inclusive, até o momento do desenvolvimento deste artigo, estavam disponíveis no site Registro.br. Outros fatores que aumentam as vendas (conversão) é o botão do WhatsApp e o formulário curto com poucas informações (captação de dados). Pense nisso!

  • Vendas on-line: no seu site tem o botão de WhatsApp? Como estão as suas redes sociais comparadas com as redes sociais dos concorrentes? E a divulgação e impulsionamento da sua empresa nas redes sociais e Google Ads, está trazendo leads qualificados? Acompanhar as tendências e também os novos apps fará com que a sua escola se destaque perante os concorrentes, isso é, você já usa o TikTok para divulgar e captar alunos? O TikTok é um aplicativo para compartilhamento de vídeos curtos, de 15 a 60 segundos, mas que oferece amplos recursos para editá-los. É possível incluir filtros, legendas, trilha sonora, gifs, fazer cortes e usar a criatividade. Segundo uma matéria publicada no portal Mundo do Marketing, no marketing digital, o “novo normal” para o setor, principalmente no B2C, já deu seus sinais: segundo o estudo publicado pela CMO Survey em junho, feito a partir de levantamentos com profissionais de marketing. A expectativa é de evolução nos negócios. Ainda conforme o estudo da CMO Survey, o comportamento de relutância do consumidor deve durar de 6 a 12 meses – 2021 será, portanto, o momento de retomada. “É inegável que houve maior volume de experiências de clientes no digital, e esse é um caminho sem volta. A tendência é o mercado aproveitar esse crescimento e explorá-lo de forma mais efetiva, com ferramentas e soluções adequadas a estes novos perfis de consumidores”, analisa Arthur Brognoli, desenvolvedor de negócios da Clint, marketplace que intermedia empresas, ferramentas digitais, agências e consultores, para desenvolvimento de projetos e soluções digitais. Eu adoro o e-commerce da empresa Petz que tem reconhecimento facial do pet (cachorros), isso é, quem decide pela compra é o próprio cachorro. Quais os produtos que mais agradam o seu pet. Para que essa identificação fosse possível, o sistema de inteligência artificial foi treinado com milhares de fotos de cachorros.
  • Tenha apoio: sozinho você vai longe, com apoio você vai mais rápido. Ter um mentor e/ou consultor que acompanha as suas decisões, troca de ideias e experiências irá ajudá-lo a maximizar os lucros da sua empresa de forma sustentável e saudável. E lembre-se, se você tem uma empresa que depende de você, você tem um emprego sem garantia de salário e não uma empresa. Seja empreendedor, faça o seu negócio trabalhar por você.

Pare e pense! 11 perguntas de coaching para você refletir:

1ª O quanto você está motivado e com energia para fazer a sua empresa (escola) crescer em 2022?
2ª Como você avalia o ensino híbrido na sua escola? O que você junto com os seus professores pode fazer de diferente para potencializar este método de ensino-aprendizagem?
3ª Com qual a nota, de zero a 10, você avalia o seu material didático (apostilas)? Se menor do que oito, por qual motivo você continua com este material?

4ª Com qual a nota, de zero a 10, você avalia o seu site? Se você tivesse que escolher um site como modelo para desenvolver um novo para a sua escola, qual site você usaria como modelo?

5ª A sua equipe de atendimento e vendas está preparada para vender por telefone e por mensagens (WhatsApp)? Como você avalia a qualidade do atendimento via WhatsApp e telefone? Já fez cliente oculto e uma vez a cada dois dias avalia as mensagens no celular da empresa?

6ª Quem é o seu mentor? Com quem você troca ideias e insights para potencializar as suas ideias e transformá-las em uma máquina de resultados?

7ª Se as lives deram resultados durante a pandemia e com tantas lives ao mesmo tempo, por qual motivo você parou de fazer?

8ª As reuniões semanais com os seus professores que eram realizadas durante a pandemia e também deram resultados, por qual motivo você não faz mais com a mesma frequência e foco? Não pare, inove e tenha reuniões curtas (entre 20 e 40 minutos no máximo).

9º Sabemos que os resultados em vendas (novas matrículas) são proporcionais ao seu esforço em vendas, qual o seu esforço atual em vendas?

10º Já fez o seu planejamento de vendas e marketing para 2022?

11ª O que você e só você pode fazer de diferente para potencializar os seus resultados em 2021?

Jaques Grinberg é empreendedor, consultor e mentor. Especialista em vendas e marketing com vasta experiência no segmento de cursos livres, foi emancipado aos 16 anos para inaugurar a sua primeira escola no interior de São Paulo. Autor do best-seller 84 Perguntas que Vendem disponível nas principais livrarias do país em português e em inglês, nas versões impressa e para Kindle.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Whatsapp